Notícias

O VERDADEIRO SIGNIFICADO DA PÁSCOA

Apesar de movimentar as vendas em diversos setores, gerar emprego e renda e ser uma importante data para o comércio mundial, a Páscoa não tem o significado comercial. A Páscoa é, na verdade, a celebração da ressurreição de Cristo, o ato mais significativo na vida de um cristão.

Originalmente, a Páscoa foi iniciada pelos judeus e no cristianismo passou a ser comemorada com novo significado. Essa comemoração é realizada anualmente em uma data móvel e os critérios que determinam a data da Páscoa foram estabelecidos pela Igreja Católica no século IV d.C. A palavra “páscoa” deriva do termo pesach, oriundo do hebraico e dos termos pascha do latim e paskha do grego.

Páscoa Cristã

A Páscoa é uma comemoração que surgiu na tradição judaica em memória da libertação do povo hebreu da escravidão no Egito. Na tradição hebraica, a festa aconteceu porque Javé enviou uma ordem para que Moisés repassasse aos hebreus. Os judeus relembram a passagem do anjo da morte durante o acontecimento da décima praga do Egito. Em referência a isso, esse povo chama a sua Páscoa de “Pesach”, que significa “passagem”.

No cristianismo, por sua vez, a Páscoa possui um significado distinto da crença judaica, mas, apesar disso, a festa cristã possui uma ligação direta com a dos judeus. Para os cristãos, como mencionado, a Páscoa relaciona-se com a crucificação, morte e ressurreição de Jesus Cristo. Dentro da tradição cristã, a ressurreição de Cristo aconteceu no terceiro dia após sua crucificação.

Dentro da tradição cristã, a Páscoa é uma das mais importantes celebrações (para muitos, a mais importante) porque evidencia a importância da ressurreição de Cristo para os cristãos. O próprio apóstolo Paulo afirma em sua carta registrada em I Coríntios 15:14 que “Se Cristo não ressuscitou, é vã a nossa pregação, e também é vã a vossa fé”|1|.

Esse pequeno trecho da Bíblia dá uma dimensão do grau de importância da ressurreição para a crença cristã. Ele nos dá a entender que sem a Páscoa, isto é, sem a ressurreição de Cristo, a fé dos cristãos não teria sentido prático. Os cristãos entendem que a morte de Cristo foi um sacrifício voluntário com o propósito de salvar a humanidade de seus pecados. Por meio desse sacrifício, a humanidade ganhou uma nova chance.

Semana Santa

A celebração que ocorre no domingo de Páscoa encerra a Semana Santa, período no qual são relembrados todos os eventos que levaram à crucificação de Jesus Cristo. O início da Semana Santa acontece no Domingo de Ramos, dia marcado pelo retorno de Jesus à cidade de Jerusalém. Durante essa semana, alguns eventos costumam ser destacados, como a Última Ceia, que aconteceu durante a Quinta-Feira Santa.

Na Última Ceia, Cristo reuniu-se com seus discípulos pela última vez e celebrou com eles. Nesse momento, Jesus narrou aos seus discípulos tudo o que aconteceria com ele: a traição (que seria cometida por Judas Iscariotes) e a negação de Cristo (realizada por Pedro). Na Quinta-Feira Santa, costuma-se realizar o tradicional rito de lava-pés, que acontece em memória ao ato de Jesus lavar os pés de seus discípulos.

Na noite da Quinta-Feira Santa, Jesus Cristo foi preso e no dia seguinte condenado e açoitado. Na Sexta-Feira Santa, ainda são relembradas a crucificação e a morte de Cristo. Utilizando como base a narrativa bíblica, a prisão de Cristo aconteceu enquanto ele estava no Getsêmani e se deu por meio da traição de Judas Iscariotes e em seguida foi julgado e condenado. No processo de crucificação, Cristo foi torturado e finalmente crucificado em uma colina chamada Gólgota.

O sábado após a morte de Cristo e antes de sua ressurreição é conhecido como Sábado de Aleluia e o Domingo de Páscoa é exatamente o dia da ressurreição de Cristo. O grande paralelo entre a celebração judaica e cristã está no fato de que a crucificação e ressurreição de Cristo aconteceu na mesma época em que era celebrada a Páscoa judaica.

Tradições da Páscoa Cristã

A Páscoa é comemorada dentro do cristianismo de diferentes maneiras e essas variações acontecem por conta das distintas vertentes cristãs que existem. As diferenças podem ser resumidas pontualmente entre cristãos católicos, ortodoxos e protestantes (sendo que dentro do protestantismo existe uma gama de vertentes). Em nosso país, a tradição mais popular é a tradição católica.

Derivada do grego, o significado da Páscoa remete à passagem. Desde muito cedo os Judeus utilizavam-se dessa data para lembrar o caminho percorrido no Mar Vermelho e a libertação da escravidão no Egito. Mas, na fé cristã, esse dia é reservado para comemorar a ressurreição de Jesus Cristo, fato considerado o maior ato que a humanidade já presenciou.

Fonte: Brasil Escola

 

Publicada em 11/04/2020

Notícias
  • CDL Linhares oferece Certificado Digital gratuito para seus associados

    Continue lendo Clique e leia
  • Comércio capixaba cresce pela quinta vez consecutiva em setembro

    Continue lendo Clique e leia
  • Vendas no Natal devem movimentar R$ 38 bilhões na economia, estimam CNDL/ Offer Wise

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais
Blog
  • Cadastro Positivo e Score de Crédito – Conheça para evitar cair em golpes

    Continue lendo Clique e leia
  • 10 dicas básicas sobre Redes Sociais – Defina seu Público-alvo

    Continue lendo Clique e leia
  • Covid-19: Governo regulamenta prorrogação do prazo da redução de jornada

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais